Embolando Palavras

Lobo em pele de cordeiro

Vocês conhecem a fábula do ‘lobo em pele de cordeiro’? A expressão serve para definir pessoas que se fazem passar por corrretas, escondendo a verdadeira face e suas reais intenções nada ingênuas. Na passagem bíblica (Mateus 7:15-16), Jesus adverte: “Cuidado com os falsos profetas. Eles chegam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores. Vocês os conhecerão pelos que eles fazem. Os espinheiros não dão uvas, e os pés de urtiga não dão figos“.

Os ‘lobos devoradores‘ estão por aí, nas ruas, nas esquinas, nas esferas do poder. Eles são mestres na dissimulação, no cinismo, na encenação – enfim, useiros e vezeiros da mentira. Lembrei dessa fábula e da passagem bíblica depois de ler a versão de Eugênio Bezerra, assessor especial da prefeita Micarla de Sousa, sobre a agressão que sofri dele na noite do último domingo (28).

Como disse no post abaixo em que relato o caso, Eugênio justificou seu ato dizendo que apenas se defendeu das minhas agressões. Em seu blog, ele disse que o chamei de “bandido”, “mau caráter” e “cachorro vira-lata”. Além disso, disse que o culpei por eu ter sido demitido d’O Jornal de Hoje. A estratégia é mais que previsível. Depois da violência contra mim, ele fugiu do local anunciando que usaria essa desculpa para se safar.

Não irei mais me estender sobre esse assunto. Tudo o que eu tinha pra dizer está dito no post abaixo. Repito apenas uma coisa: tenho uma testemunha, um exame médico, um laudo do ITEP e a dupla confissão dele comprovando que fui agredido. O que ele tem para provar sua versão? Nada. Ele disse que fez o exame de corpo-delito no ITEP. Eu o desafio a exibir o documento. Mas duvido que o faça, simplesmente porque esse exame não existe – a menos que ele tenha se auto-flagelado para simular que foi agredido (caso faça isso, invoco o testemunho do delegado Pedro Paulo Falcão, a quem ele confessou que não tinha nenhuma marca de agressão no corpo naquela noite).

Eugênio também tentou desqualificar o testemunho do meu amigo, dizendo que Matheus não havia visto a agressão. A argumentação dele é confusa, porque parece, neste ponto, querer negar que me agrediu, apesar de ter confessado o fato diante do delegado e outros três policiais – além de ter postado em seu perfil no Twitter que ficou “feliz” por ter “metido a mão” em mim (veja abaixo a reprodução das postagens dele na rede social).

Não vou responder às baixarias do assessor especial da prefeita, que tenta transformar a vida alheia em um espetáculo grotesco, novamente mentindo, distorcendo e descontextualizando os fatos. Digo apenas que, sim, enfrentei muitas dificuldades na vida, como a grande maioria das pessoas enfrenta. Essas dificuldades ajudaram, em parte, a forjar o meu caráter. Contei, felizmente, com a ajuda de muitos amigos para superar as adversidades. Nunca precisei puxar o tapete de ninguém para conquistar nada, nunca fui desleal com quem quer que seja, nunca usei da trapaça para chegar a nenhum lugar. Quem disso usa, disso cuida.

Protagonizei muitos embates na minha ainda curta trajetória. Venci alguns, perdi outros tantos, mas não me arrependo de nenhum deles, por mais quixotescos que tenham sido alguns. Nós somos as marcas das nossas lutas, a intensidade dos nossos sonhos, o tumulto dos nossos corações. Citando Dom Quixote, minha arma é minha língua – não meus punhos.

Reafirmo a minha confiança na Justiça. Não temo os ataques, as ameaças, nem a ação orquestrada para assassinar minha reputação. Disse sempre que estou aqui para ‘desafinar o coro dos contentes‘. Não me vendo, não me rendo e não negocio com a mentira. Vou continuar combatendo o bom combate, porque no dia em que perder a capacidade de me indignar, não serei mais eu – só um arremedo de mim.

About these ads

Navegação de Post Único

2 comentários sobre “Lobo em pele de cordeiro

  1. Cristiano Silveira em disse:

    Não se deixe abater pelas ameaças, camarada. Esse lambe-botas que te agrediu terá o que merece, cedo ou tarde. Esse é destino dos “valentões”: fim breve e trágico.

  2. Lúcio Bezerra em disse:

    Cara, você é parte hoje em dia daqueles que existiam em sua maioria antigamente: os honestos e dignos, continue assim pois és uma raridade, parabéns.

    Quanto ao Eugênio, quando a protetora dele fizer com ele o que costuma fazer com seus pupilos, ele ainda vai te pedir desculpas, e sei que você aceitará, porque seu coração não é de pedra e com certeza sabes reconhecer quando alguém se arrepende ou pelo menos tenta ser uma pessoa melhor ao reconhecer tais erros cometidos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.