Embolando Palavras

Políticos potiguares aderem ao Twitter

Quando o filósofo canadense Marshall MacLuhan (1911-1980) criou o conceito da “aldeia global”, não havia ainda a Internet nem o Twitter.

Mas agora, com o desenvolvimento da rede mundial de computadores e o surgimento de ferramentas como o Twitter, a idéia de “mundo interligado” de McLuhan parece cada vez mais concreta.

Antenados nesse fenômeno, alguns políticos potiguares começaram a usar a rede e o microblog para ampliar a comunicação direta com os eleitores, com os olhos voltados para 2010.

É o que revela a matéria ” “Twittando” com os políticos”, publicada no Diário de Natal deste domingo (05/07).

Leia, a seguir, um trecho da matéria de Octávio Santiago:

Muitos teóricos da comunicação acreditam que mídias tradicionais como o rádio vão ser engolidas pela internet num futuro próximo. No entanto, políticos do Rio Grande do Norte, às vésperas de disputar mais uma eleição, provam o contrário. No contato com o eleitor, tanto há espaço para o twitter, a mais nova forma de se relacionar na rede mundial de computadores, quanto para as ondas do meio que estaria em extinção. Seja do Senado Federal ou da Governadoria, eles sempre arranjam um tempinho para prestar contas por meio da novidade, sem abrir mão de manter os programas que os unem aos simpatizantes mais conservadores.

Desde que caiu no gosto dos potiguares, o twitter passou a ser visto com bons olhos pelos seus representantes políticos. As atualizações exibidas nos perfis pessoais em tempo real permitem uma aproximação entre o líder e o liderado nunca antes experimentada. Qualquer usuário pode acompanhar o passo a passo do senador José Agripino Maia (DEM) por exemplo, um dos que aderiram à rede social. “Pelo twitter, posso me comunicar de forma bem mais abrangente. Além de anunciar posições políticas, posso receber crítias e sugestões”, disse o líder da oposição no Senado. Interatividade que também atraiu a governadora Wilma de Faria (PSB) e o vice-governador Iberê Ferreira de Souza (PSB). “É uma forma da gente não ficar tão isolado dentro do gabinete. Ele permite uma troca que a rádio não consegue realizar”, argumenta Iberê.”

Leia mais aqui.

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s