Embolando Palavras

Inveja mata

Na terça-feira passada (07/07), o presidente Lula recebeu da Unesco, em ParisFrança, o prêmio Félix Houphouët-Boigny, concedido aqueles que prestam valorosos serviços pela paz e educação no mundo.

A imprensa brasileira deu a notícia em tímidos cantos de páginas.

No dia seguinte, o governador de São Paulo, o tucano José Serra, postou em sua página no Twitter que estava em Genebra, Suiça, para receber um prêmio da ONU por seu trabalho a frente do Ministério da Saúde, entre 1998 e 2002, durante o governo FHC (PSDB). A postagem dizia ainda que o governador faria um discurso de agradecimento no plenário do Conselho das Nações Unidas. 

Mas parece que a verdade é um pouquinho diferente da versão do Serra.

Luis Nassif trouxe à tona a verdadeira história do prêmio do tucano. A honraria não foi concedida pela ONU, mas sim por uma ONG (World Family Organization – WFO) vinculada à ONU, com sede em Curitiba (PR) e cuja presidente é a brasileira Deisi Noeli Weber Kusztra. A responsabilidade pelo prêmio é exclusiva da WFO. Além disso, Serra não discursou na ONU coisa nenhuma.

Para ler mais sobre esse quiprocó do Serra, clique aqui.

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s