Embolando Palavras

Medicamentos

A notícia passou quase despercebida, mas o blog destaca a nota que saiu no Muitas e Outras, sobre o contrato da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) com a UFRN “para o recebimento, guarda e controle de medicamentos, materiais médico-hospitalares, odontológicos e laboratoriais”:

UFRN FARÁ POR 600 MIL O QUE TCI/BPO PEDIU 2 MILHÕES E QUATROCENTOS

Felizmente a rápida intervenção do Tribunal de Contas do Estado na pessoa do Procurador Carlos Thompson conseguiu impedir um prejuízo de 1 milhões (sic) e oitocentos mil reais aos cofres públicos.
 
A Universidade Federal do RN vai fazer serviços à Secretaria de Saúde de Natal para o recebimento, guarda e controle de medicamentos, materiais médico-hospitalares, odontológicos e laboratoriais, recebendo-os diretamente dos fornecedores e mantendo-os sob sua guarda até após o fracionamento para distribuição às unidades de saúde, bem como a transferência do conhecimento do procedimento técnico para executar esses serviços aos servidores da SMS, e estruturação de um software adequado eque permita a melhoria do serviço desenvolvido, pelo período de 180 (cento e oitenta) dias.
 
Anteriormente a SMS iria contratar a firma pernambucana TCI/BPO por 2 milhões e quatrocentos mil para fazer a mesma coisa.
 
O extrato do contrato com a UFRN foi publicado no DOM de sexta-feira.
Detalhe: o contrato com a TCI/BPO havia sido assinado sem licitação. Além disso, o contrato não previa transferência de tecnologia da empresa para a SMS.
Anúncios

Navegação de Post Único

Uma opinião sobre “Medicamentos

  1. Álvaro Guedes em disse:

    O escândalo dos medicamentos foi realmente vergonhoso para a administração do Sr. Carlos Eduardo. Das duas, uma: ou ele sabia e, como sempre, nada foi feito; ou ele não sabia e era muito mal acessorado nestas questões. Seja qual for o motivo foi um tremendo papelão.
    Deve ser destacada, ainda, a atuação da nossa queridíssima UFRN, que não só vai prestar o serviço por um preço bem menor como ainda vai repassar o conhecimento necessário aos técnicos da SMS. Parabéns UFRN!
    Chama a atenção, assim de relance, o fato de o contrato com a empresa pernambucana ter sido assinado sem a realização prévia de um processo licitatório… mistéééério!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s