Embolando Palavras

Genérico do Bolsa-Família

É interessante ver parte da imprensa potiguar dizer que o Bolsa-Família é “assistencialista”, enquanto rasga elogios para o projeto “Cidadão Sem Fome” de autoria do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Robinson Faria (PMN).

Aprovado no final de 2007 pela Assembléia Legislativa,  o projeto prevê que as pessoas poderão trocar notas fiscais por cestas básicas em supermercados e atacados cadastrados. Para ter direito ao sacolão, será preciso juntar 25 notas fiscais, com o valor mínimo de cinco reais cada uma delas. Ainda não há data para o programa começar a funcionar.

Enquanto o Bolsa-Família estabelece uma série de contrapartidas para as famílias beneficiadas, o projeto genérico do deputado Robinson Faria só exige a apresentação das notas fiscais para que o cidadão receba as cestas de alimentos.

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s