Embolando Palavras

Lina e o espetáculo do PIG

O leitor que assina o comentário como Caco Fono escreve ao blog para dizer que “investigar lista de doadores para desacreditar funcionária pública exemplar é muita baixaria“, acusando petistas de cometerem ato tão repugnante. Caco se refere à descoberta sobre Iraneth Maria Dias Weiler, ex-chefe de gabinete de Lina Vieira, que foi doadora da campanha de FHC a presidente em 1998.

Caco, não sei se no mundo em que você vive as regras são iguais às daqui onde vivo. Até onde sei, lista de doadores de campanha é informação pública. Portanto, pode e deve ser divulgada. Não conheço o histórico de Iranet como funcionária pública, mas não é isso o que está em questão. Passado não absolve ninguém. É isso, aliás, o que faz o presidente do Senado, José Sarney, na tentativa canhestra de se defender. Sarney relembra sua condição de ex-presidente do país, responsável pela transição democrática, para reivindicar o lugar de incomum, sobre quem é inadmissível que se impute alguma culpa.
 
A servidora Iraneth está envolvida numa trama complicada, cujos interesses não são tão aparentes. Não há espaço pra ser ingênuo aqui – a ingenuidade é amiga íntima da burrice. A pergunta que pouca gente faz é por que essa história do suposto encontro secreto entre a ministra Dilma Rousseff e Lina Vieira só veio à tona agora? Lina acusou Dilma de praticar tráfico de influência a favor do filho de Sarney. É estranho o fato da ex-secretária da Receita Federal não ter denunciado o caso antes, se é que realmente isso ocorreu. Em vez de agir, Lina silenciou e, após ser demitida, procurou a imprensa para abrir o jogo.
 
Como não ficar com o pé atrás? Mais ainda: como não associar essa história ao histórico de factóides que a mídia já utilizou contra Dilma, sempre na esperança de desconstruir definitivamente a imagem da ministra? Lina e Iraneth aceitaram participar do espetáculo sensacionalista do PIG para inviabilizar a candidatura de Dilma em 2010. Não venham, agora, fazerem-se de pudicas.
Anúncios

Navegação de Post Único

4 opiniões sobre “Lina e o espetáculo do PIG

  1. Esdras em disse:

    A pizza saiu, e com um temperinho vermelho que não é molho de tomate, mas lágrimas de petistas ingênuos.

  2. Caco Fono em disse:

    Lidar com me ntes sórdidas dá nisto. O ilustre anônimo que redigiu estas palavras julga-se menos ingenuo, e faz declarações no mínimo infantis.

    Dona Troglodilma, não queria beneficiar o filho de Sarney, mas sim o seu candidato a presidencia do Senado. Aquele que mandou a filha e o celular funcional para o México: Tiao Viana.

    – Pelo menos use para si o mesmo peso e medida com que julga os demais.

    Tenho dito.

    O lugar de onde venho é pleno de Luz, Respeito e ética; Às vezes erramos porque por nós julgamos os outros (refiro-me aos principios morais e valores).

    Porfie-se e conseguira chegar aos umbrais.

    Leitura Recomendada:
    http://www.leiaabiblia.com.br/busca/porfia

    “Não há espaço pra ser ingênuo aqui – a ingenuidade é amiga íntima da burrice. A pergunta que pouca gente faz é por que essa história do suposto encontro secreto entre a ministra Dilma Rousseff e Lina Vieira só veio à tona agora? Lina acusou Dilma de praticar tráfico de influência a favor do filho de Sarney. É estranho o fato da ex-secretária da Receita Federal não ter denunciado o caso antes, se é que realmente isso ocorreu. Em vez de agir, Lina silenciou e, após ser demitida, procurou a imprensa para abrir o jogo.

  3. danieldantas79 em disse:

    O nome de Iraneth está na lista de doadores, no blog de Fernando Rodrigues, desde sempre. Fernando Rodrigues sempre torna públicos todos os dados referentes às eleições, desde pesquisas até doadores. Justamente para que o público possa ver onde se amarram os rabos.

  4. Esdras em disse:

    A resposta pode ser simples: Dilma é candidata, e tem podres, como todos os políticos. Além disso, o Mantega defenestrou a Lina. Quer vingança melhor? Realmente, não sejamos ingênuos: Dilma não é vítima, Lina não é algoz. Eu, pobre cidadão, é que tenho que sofrer com tanto descaramento de ambas as partes, e da cara-de-pau do blogueiro, que fala de Sarney, mas não escreve que ele é tão defendido pela POBRE Dilma. Pizza assando…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s