Embolando Palavras

PT na mira

O PIG nunca engoliu o Partido dos Trabalhadores. O PT, desde sua fundação, sempre esteve na mira da grande mídia, responsável pela disseminação do anti-petismo entre a parcela mais conservadora, preconceituosa e reacionária da população.

Dentro dessa estratégia de desacreditar o partido, a mídia golpista espetaculariza qualquer situação, como agora na recente crise no Senado, quando o PIG tenta colar no PT a pecha de único responsável pelo senador José Sarney (PMDB-AP) escapar ileso das representações no Conselho de Ética.

O PIG não manifestou a mesma indignação quando os processos contra os tucanos Marconi Perillo (GO) e Eduardo Azeredo (MG) – o pai do mensalão -, entre outros, também foram arquivados. A ânsia moralizadora do PIG, como se vê, é bem maleável.

Não tenho nenhuma simpatia por Sarney. Critiquei, desde o início, sua permanência no cargo de presidente do Senado. Mas aturar essa encenação moralista do PIG e da oposição é pedir demais. Lembremos que os atuais algozes de Sarney são os mesmos que o colocaram na Presidência da Casa, derrotando o senador Tião Viana (PT-AC).

O cálculo político do presidente Lula, com o qual discordo inteiramente, é que seria melhor sustentar Sarney – apesar do desgaste público – a desentender-se com o PMDB, comprometer o apoio do partido à candidatura da ministra Dilma Rousseff (PT) no ano que vem e ainda entregar a Presidência do Senado à oposição.

É uma conta difícil, cujo resultado pode não ser o previsto, tamanha é a fatura a ser paga. Mas essa é a realpolitik. Não sejamos ingênuos.

É evidente que essa novela do Senado gerou – e vai continuar gerando – muito desconforto. O PIG, outa vez, foca no PT, explorando as baixas recentes do partido (Marina Silva, Flávio Arns) para manipular a opinião pública. É 2010 que vem pr aí. O jogo está apenas no começo.

Anúncios

Navegação de Post Único

Uma opinião sobre “PT na mira

  1. esdrasepatricia em disse:

    Saiu na Coluna do Ancelmo Góis:

    Ponto final

    Maldade que circula no território livre da internet sobre as novas “palavras de ordem” da UNE (ou seriam do PT?): “Collor é meu amigo, mexeu com ele, mexeu comigo”; “Sarney somos nós, nossa força, nossa voz”; “Tropa de choque, osso duro de roer/pega um, pega geral/também vai pegar você”; “Caminhando e cantando e seguindo o Renan”…

    Podem não gostar, mas que é engrançado é…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s