Embolando Palavras

É preciso resistir

Navegando pelo blog do Eduardo Guimarães, encontrei um post sobre jornalistas que questionam o status cuo da imprensa brasileira. Ele chama o fenômeno de “revolta dos jornalistas”.

Para Eduardo, muitos destes profissionais adotaram esta postura combativa porque não aceitaram fazer o público de bobo, como queriam os barões da mídia. Em vez disso, escolheram expor as estranhas da nossa imprensa.

Mas tanta coragem assim tem um preço. Os que recusam o papel de capacho são relegados, quase sempre, ao limbo jornalístico:

“Os outros jornalistas mencionados receberam de seus ex-empregadores aquele desprezo como de quem diz “você não importa”, estratégia usada freqüentemente pela indústria da desinformação para pôr desafetos na “geladeira” e lhes fechar as portas do mercado de trabalho através das famigeradas associações de classe midiáticas.”

Eduardo afirma, em outro trecho, que “o jogo é pesado“. Eu acrescento: pesado e sujo, meu caro.

Digo isso com conhecimento de causa. Desde o episódio da denúncia contra o aspone que chamou os funcionários públicos de “ladrões” fui condenado ao limbo.

Resguardadas as devidas proporções, enfrento, aqui na província, perseguição semelhante a que Luis Nassif tem se deparado com a Editora Abril, depois que decidiu desmascarar a Veja e alguns colunistas desse panfleto reacionário.

Em Natal, é quase proibido pensar, cogitar e existir. Jornalista que ousa questionar a ordem vigente não é bem visto no meio.

Um desses aduladores profissionais que se dizem jornalistas disse que eu deveria me preocupar com minha “má fama”. 

Disse ao panaca que não escolhi esta profissão para agradar a ninguém. Os únicos compromissos que tenho é com a sociedade e a minha consciência.

Não me vendo e não me rendo. Prefiro, mil vezes, colocar minha viola no saco e voltar ao pé-de-serra de onde vim a negociar a consciência em troca das migalhas da mesa dos poderosos.

Anúncios

Navegação de Post Único

3 opiniões sobre “É preciso resistir

  1. Estão querendo ressucitar o factóide da PataLina Vieira. É bom averiguar e ficar de olho caro Alysson:

    http://www.nominuto.com/noticias/politica/lina-vieira-encontra-agenda-e-diz-que-reuniao-com-dilma-foi-ha-uma-ano/40146/

  2. Oi,
    Seu blogue está no Balaio de hoje.

    Um abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s