Embolando Palavras

Micarla vai gastar R$ 4 milhões pra transformar Natal na “Nova Gramado”

Mais um exemplo do (des)governo da prefeita Micarla de Sousa (PV).

Fiquei sabendo através do blog de Pedro Neto (Rádio Globo Natal) que a prefeita verde contratou, sem licitação, uma empresa do Rio Grande do Sul para fazer a decoração de final de ano da nossa capital.

O custo do contrato? A bagatela de R$ 4 milhões. O objetivo da prefeita? Transformar Natal na “Nova Gramado“, cidade gaúcha conhecida pelas luzes, pelo clima europeu e por sediar o maior festival de cinema do país.

Enquanto sobra grana para futilidades, a prefeita diz que não tem dinheiro para cumprir o acordo com os professores. De acordo com o Jornal Extra Classe do Sinte-RN (Edição 10/09), o “choque de gestão” da prefeita retirou 10,9 milhões da Educação:

Prefeitura transfere para outros fins dinheiro previsto para a educação

Um estudo feito pelo Departamento Intersindical de Estudos Estatísticos e Socioeconômicos (DIEESE) prova que o argumento de falta de dinheiro na prefeitura é mera desculpa. O fato é que o dinheiro que deveria ter sido usado para cobrir os investimentos com Educação foi destinado a outros fins.

RETIRADA

De acordo com dados da Execução Orçamentária, publicados no Diário Oficial do Município, a Prefeita aprovou na Câmara dos vereadores a retirada de 6,9 milhões que estavam destinados com “Despesas com vencimentos e vantagens fixas”. Mais R$ 4 milhões foram retirados das obrigações sociais do Regime Próprio da Previdência Social (RPP).

“Choque de Gestão” retirou 10,9 milhões da Educação

Ao todo são 10,9 milhões que deveriam ter sido empregados no pagamento de pessoal e encargos sociais, mas foram direcionados para outros compromissos. A prefeita chamou isso de “choque de gestão” , uma espécie de redistribuição do orçamento aprovado na gestão anterior.

Ainda segundo O DIEESE, esses recursos foram realocados em contratação por tempo determinado e em manutenção e funcionamento de secretarias por meio de terceirização de serviços com pessoas jurídicas, ONGs e empresas privadas.

O modelo de gestão da prefeita está privilegiando a iniciativa privada em detrimento da educação publica.

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s