Embolando Palavras

A morte de Saramago

José Saramago morreu no dia 18 de junho, aos 87 anos em sua casa em Lanzarote, nas Ilhas Canárias. Um comunicado da Fundação Saramago informou que o escritor morreu acompanhado pela sua família, despedindo-se de uma forma serena e tranquila.

O apóstolo Paulo definiu a morte como a mais teimosa e iniludível manifestação da finitude humana. Saramago fantasiou que seria possível, quem sabe, frear o curso inexorável da vida para a morte. Mas, parafraseando uma das suas obras, a morte não faz intervalo e leva até os seres que parecem, em algum aspecto, encantados.

Apesar do luto, como disse um amigo historiador, que venha a vida e que se faça alegria, para que no fim, se aprenda a morrer um imortal.

Anúncios

Navegação de Post Único

Uma opinião sobre “A morte de Saramago

  1. SUGOI!!!! (japonês = LEGAL!!!)

    QUE VENAH A VIDA E QUE SE FAÇA A ALEGRIA DE PODER LER O QUE SARAMAGO CRIOU E CONTINUAR VIVENDO COM SUAS BELAS PALAVRAS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s