Embolando Palavras

Rosalba e a estratégia de Goebbels

O DEM passou quase oito anos vociferando contra o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em 2005, o ex-presidente do partido, o então senador Jorge Bornhausen (SC), chegou a decretar o fim do governo e disse que “essa raça do PT” seja varrida da política brasileira.Na Câmara e no Senado, os demos se notabilizaram pela oposição raivosa, pelas tentativas de golpe e pela criação de factóides, sempre em parceria com os tucanos e com o respaldo da impensa conservadora (Globo, Veja, Folha de São Paulo).

Em 2006, após a reeleição de Lula, os demos encolheram, mas continuaram fazendo barulho em Brasília. Eles só começaram a baixar o tom no final do ano passado, com a divulgação do escândalo do mensalão do Distrito Federal. O partido perdeu seu único governador, viu cair por terra o discurso ético e, agora, segundo as previsões dos analistas políticos, deverá definhar ainda mais.

Para tentar sobreviver à prova das urnas, os demos radicais mudaram o discurso, amenizaram as críticas ao presidente Lula e passaram a dizer que fazem “oposição responsável” ao governo federal. Mas não parou por aí. Repentinamente, os ex-algozes decidiram reconhecer realizações do petista.

O senador José Agripino Maia (RN) rasgou elogios ao presidente, admitiu que Lula teve “muito mais acertos que erros” e aplaudiu o programa “Bolsa Família”, antes tachado de “bolsa esmola”, “bolsa vagabundo” e “bolsa preguiçoso” pelo partido dele.

A senadora Rosalba Ciarlini, candidata da legenda ao Governo do RN, entrou na mesma onda e, para não perder votos, vestiu a fantasia de lulista. Desde o início da campanha, tenta esconder da população sua condição de oposicionista, se esforça para ganhar a simpatia dos eleitores do presidente e, mais incrível ainda, pauta suas propostas na promessa de continuar todos os programas do governo federal.

Mas o que considero mais desonesto nessa estratégia de Rosalba é vê-la se apropriar de ações do Governo Lula na propaganda eleitoral dela. Na TV, Rosalba disse que trouxe 10 novos IFRN’s para o Estado, quis tirar uma lasquinha do ProUni ao prometer criar um programa similar no RN e, mais recentemente, pegou carona no “Minha Casa Minha Vida” ao garantir que vai ampliar o programa de habitação.

Josefh Goebbels, ministro da Propaganda de Hitler, defendia que uma mentira repetida muitas vezes, torna-se verdade. Rosalba aposta nisso para vencer as eleições.

Anúncios

Navegação de Post Único

Uma opinião sobre “Rosalba e a estratégia de Goebbels

  1. VERA LÚCIA em disse:

    Sei não! O povo já devia ter aprendido a lição do uso da mídia de forma abusiva por políticos do Estado, para enganar a população. Votar em Rosalba, é votar no retrocesso, é se iludir com a “ROSA” ESQUECENDO OS ESPINHOS QUE VIRÃO JUNTO COM A “ROSA”. ESpero que ainda em tempo , o povo Potiguar não coloque de volta na Política do RN, o Zé Agripino do RABO DE PALHA, o Geraldo Melo do VENTO TERROR…
    o povo do Rio Grande do Norte, NÃO MERECE ISTO! ACORDA POVO POTIGUAR!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s