Embolando Palavras

A revolução em curso no Egito

A convulsão social que tomou conta do Egito desde o último dia 25 de janeiro, data em que eclodiram os protestos de rua pedindo o fim do regime ditatorial de Hosni Mubarak, há 30 anos no poder, chama a atenção, entre outros motivos, pelo protagonismo da internet e das redes sociais — a “teia”, como prefere o neurocientista Miguel Nicolelis — no planejamento, convocação e divulgação do movimento democrático naquele país do Oriente Médio.

O jornalista inglês Robert Fisk, em artigo reproduzido na Carta Maior, disse que “Esta é uma revolução pelo Twitter e pelo Facebook e há muito que a tecnologia derrubou as normas caducas da censura“.

No debate com os Blogueiros Progressistas do RN, na última sexta-feira (28), Miguel Nicolelis afirmou que a teia se espalharia e, em breve, daria início a uma nova democracia libertária, cujo fundamento seria o maior engajamento dos indivíduos. O que está acontecendo no Egito pode ser encarado, quem sabe, como prenúncio da realização dessa utopia.

Não por acaso, o governo de Hosni Mubarak cortou o acesso à rede, na tentativa de impedir que a internet continuasse sendo usada para convocar novas manifestações. A censura, pelo visto, não deverá surtir efeito. Nesta terça-feira (1°), segundo noticiaram as agências internacionais, os opositores do presidente egípcio anunciaram novo protesto na praça Tahir, onde começou o levante, na capital Cairo.

O Movimento 6 de Abril é o principal grupo de oposição responsável pela organização dos protestos. A Irmandade Muçulmana, antes resistente em aliar-se ao movimento, declarou apoio oficial ao levante.

O presidente Hosni Mubarak tenta, a todo custo, manter-se no poder. Ele nomeou, pela primeira vez em 30 anos, um vice-presidente, um novo primeiro-ministro e trocou um punhado de outros ministros. As oposições, porém, rejeitaram o diálogo com o regime.

No domingo (30), Mohamed ElBaradei, Prêmio Nobel da Paz, nomeado pela Coalizão Nacional por Mudança para negociar com Hosni Mubarak, juntou-se aos rebeldes da praça Thair, disse à multidão que “a mudança chegará” e pediu o fim do regime do presidente egípcio.

Até agora, mais de cem pessoas morrerram durante a onda de protestos no país.O jurista Wálter Maierovitch, em seu blog na Terra Magazine, afirmou que o estopim da revolta do povo egípcio foi quando Mubarak resolveu preparar a sua sucessão, cujas eleições estão marcadas para outubro próximo. o presidente escolheu ninguém menos que o filho mais novo, Gamal Mubarak, 47, para sucedê-lo. O povo, então, reagiu.

Os analistas contam que a reação popular egípcia é inspirada no levante que derrubou o ditador da Tunísia, Zine El Abidine Ben Ali, que governava o país há 23 anos. Ben Ali fugiu para a Arábia Saudita. O efeito dominó fez surgir levantes também na Jordânia, Iêmen, Argélia, Mauritânia, Sudão e Omã.

A imprensa ocidental, ecoando a voz dos Estados Unidos, sustenta que o risco é que a ditadura de Hosni Mubarak seja substituída por outra de inspiração islâmica, com a tomada do poder por grupos tidos como extremistas. Para Robert Fisk, essa tese é furada. “É apenas uma massa de egípcios asfixiada por décadas de fracasso e humilhação“, escreveu.

Na expectativa de afastar as desconfianças dos líderes das potências ocidentais, supostamente preocupados com a ascenção dos extremistas islâmicos, ElBaradei se disse disposto a assumir a presidência temporária do Egito para “uma transição à democracia”. A Irmandade Muçulmana, grupo político mais organizado do país, declarou apoio à pretensão do líder pacifista, sinalizando que o tema da religião não está em pauta.

Mas por falar em religião, as cenas de cristãos cercando as mesquitas para que muçulmanos pudessem fazer suas preces forneceram, até aqui, a mais bonita alegoria da revolução egípcia.

Anúncios

Navegação de Post Único

2 opiniões sobre “A revolução em curso no Egito

  1. Pingback: A revolução em curso no Egito « Blogueiros Progressistas do RN

  2. Pingback: Tweets that mention A revolução em curso no Egito « Embolando Palavras -- Topsy.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s