Embolando Palavras

Em entrevista-bomba, Arruda envolve Agripino e Micarla no “mensalão do DEM”

Com seis meses de atraso, o site da revista Veja, maior representante da mídia conservadora brasileira, publicou entrevista com o ex-governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (ex-DEM), que acusou os caciques do seu antigo partido de receberem dinheiro do esquema do mensalão do DEM.

Após a deflagração da Operação Caixa de Pandora pela Polícia Federal, Arruda foi preso, perdeu o mandato e terminou expulso do DEM. A investigação da PF revelou que o ex-governador comandava um esquema de arrecadação e distribuiçaõ de propinas com dinheiro público no DF.

Na entrevista (leia a íntegra aqui), concedida em setembro do ano passado, segundo advogados do ex-governador, mas publicada somente agora pela Veja, Arruda diz que deu “ajuda financeira” à cúpula do DEM. Os senadores José Agripino (RN) e Demóstenes Torres (TO), o ex-senador MArco Maciel (PE) e os deputados federais Rodrigo Maia (RJ), ACM Neto (BA) e Ronaldo Caiado (GO) são citados como beneficiários da quadrilha do DF.

Ao mencionar a ajuda ao senador potiguar, atual presidente nacional da legenda, Arruda envolveu também a prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), no esquema de corrupção. O ex-governador disse que José Agripino o procurou pedindo R$ 150 mil para a campanha de Micarla em 2008. “Eu ajudei e até a Micarla veio aqui me agradecer depois de eleita“, declarou.

Os líderes do DEM, como era previsível, negaram as acusações de José Roberto Arruda. As negativas, porém, devem ir além das declarações razas. A simples estratégia de desqualificar o denunciante não convence. O ex-governador era a maior estrela do DEM, chegou a ser cotado para ser vice do tucano José Serra na disputa pela Presidência da República e sua administração era tida como vitrine do partido.

Quando ainda estava preso na Polícia Federal, Arruda havia ameaçado os ex-colegas de partido de revelar a participação deles no mensalão do DEM. Por algum motivo misterioso, a revista guardou a entrevista até agora.

A prefeita Micarla de Sousa é outra que precisa prestar esclarecimentos públicos sobre as acusações de Arruda. Micarla esteve mesmo com o ex-governador e o agradeceu pela suposta ajuda financeira a sua campanha? Caso seja verdade, trata-se de fato gravíssimo.

O senador José Agripino, conhecido pelas bandas daqui pelo seu envolvimento no escândalo do “rabo de palha“, se vê citado em um novo caso cabeludo. Logo agora, quando assumiu a presidência do partido para tentar salvá-lo da morte iminente. Com a palavra, o nosso Jajá.

 

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s