Embolando Palavras

Os fichas-sujas da prefeita de Natal

Matéria deste sábado (19) da Tribuna do Norte revela que cinco integrantes do primeiro escalão da gestão da prefeita Micarla de Sousa (PV) respondem a processos que investigam crimes contra a administração e o patrimônio público. A denúncia foi feita pela promotora Juliana Limeira, coordenadora do Movimento Articulado de Combate à Corrupção (Marcco).

Os fichas-sujas de Micarla, segundo a promotora, são os secretários José Walter Fonseca (Educação), Thiago Trindade (Saúde) e Tertuliano Pinheiro (Turismo). Os três respondem a processos por improbidade administrativa. O secretário de Turismo, informa a reportagem, foi julgado em primeira instância numa ação criminal.

Além deles,  o ex-deputado estadual e agora presidente da Urbana Luiz Almir e o presidente da Arsban, Elias Nunes, também respondem a processos judiciais.

A promotora disse considerar “inadmissível” que a prefeita mantenha a nomeação dessas pessoas. Na campanha de 2008, a candidata Micarla de Sousa assinou a agenda propositiva do Marcco, comprometendo-se a não nomear fichas-sujas para secretarias, direção de órgãos, empresas ou fundações municipais. Eleita, a prefeita jogou o compromisso na lata do lixo.

P.S.: A lista do Marcco está incompleta. Há mais nomes do secretariado de Micarla de Sousa com a ficha-suja. Para quem acompanha o blog, não é necessário citar nomes.

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s