Embolando Palavras

Arquivo para a categoria “Sem categoria”

O impeachment de Micarla

Tácito Costa, em seu Substantivo Plural, fez uma análise da administração Micarla de Sousa em Natal e disse ser contra o impeachment da prefeita-borboleta, como vem sendo defendido por cada vez mais pessoas nas redes sociais, principalmente o Twitter.

Manifestei, diversas vezes, minha opinião contrária ao impeachment de Micarla. Defendo que a prefeita deve sentir nas urnas a manifestação da reprovação popular. Talvez, só assim, quando não lhe restar mais nenhum artifício de marketing, ela se dê conta da própria inépcia para o cargo e do abismo político em que se encontra.

Temos, apenas, que o “efeito pedagógico” a que Tácito Costa se refere seja só utopia. Nossa sociedade é politicamente imatura. O preconceito é algo mais arraigado do que supõe nossa vã filosofia.

Vide o que aconteceu no segundo turno da eleição presidencial de 2010, quando Dilma Rousseff foi derrotada em Natal devido a onda de boatos fascistas/religiosos. Outro exemplo é a sequência de derrotas da deputada federal Fátima Bezerra (PT) nas disputas pela Prefeitura de Natal.

Em vez de competência, seriedade e ética, a maioria valoriza abstrações como carisma, simpatia e até mesmo beleza como atributos definidores do seu voto. Enquanto o povo pensar dessa maneira, estamos constantemente sujeitos ao aparecimento de novas Micarlas.

Eis o texto de Tácito:

 

Apesar da devastação e desesperança que legou a Natal em apenas dois anos de mandato, Micarla de Sousa deve continuar como prefeita. O seu impeachment, defendido com um certo voluntarismo juvenil nas redes sociais, principalmente no Twitter, não é a solução política para a cidade.

Por duas razões principais: daria o mandato ao vice Paulinho Freire, político acanhado e uma incógnita administrativa, de perfil conservador e alinhado ainda mais à direita; poderia ensejar uma vitimização de Micarla, uma política forjada de forma artificiosa pelo marketing, mas com domínio da demagogia e que poderia sair fortalecida do processo.

Por isso, não faz sentido o “fica Paulinho” bradado por alguns nas redes sociais. O risco seria mudar para tudo continuar igual, conforme a famosa advertência empregada por Lampedusa em seu “O Leopardo” (“Se queremos que tudo continue como está, é preciso que tudo mude”).

Bebamos esse cálice amargo até o fim.

É possível que a gestão micarlista tenha um efeito didático, pedagógico mesmo sobre os eleitores. Principalmente porque corpinhos bombados e rostinhos bonitos já se insinuam para assumirem o lugar da atual prefeita na próxima eleição. Então, deixemos ela e sua troupe cumprirem até o fim o ciclo de desatinos para com Natal.

Leia mais aqui.

 

Anúncios

Blogueiros Progressistas recebem Miguel Nicolelis

O Movimento de Blogueiros Progressistas do RN receberá o neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis na próxima sexta-feira, 28 de janeiro.  Nicolelis, recém-chegado ao twitter e cientista bastante engajado em causas sociais, falará sobre o tema Redes sociais, participação política e desenvolvimento da ciência.  O evento será mediado pelo jornalista Sérgio Vilar, a partir das 20h, no auditório da livraria Siciliano, com apoio técnico da Qualitek Tecnologia e da GB Tecnologia e Informática.

Para debater com Nicolelis, o professor José Luiz Goldfarb, da PUC-SP, também participará do evento através de videoconferência pela Internet.  Além disso, todo seminário, que terá duração de duas horas, será transmitido via twitcam, através do perfil @blogprogRN.  Os interessados em participar no local precisam se inscrever através do e-mail blogprogressistasrn@uol.com.br.  Apenas 50 pessoas poderão acompanhar o evento dentro do auditório.

Miguel Nicolelis é médico com doutorado em Ciências (Fisiologia Geral) pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é professor titular do Departamento de Neurobiologia e Co-Diretor do Centro de Neuroengenharia da Duke University (EUA), professor do Instituto Cérebro e Mente da Escola Politécnica Federal de Lausanne (Suíça) e Diretor Científico do Instituto Internacional de Neurociências de Natal Edmond e Lily Safra (IINN-ELS). Nicolelis é considerado um dos maiores pesquisadores do planeta na área de neurociências e, por diversas vezes, lembrado para o Prêmio Nobel. Ele lidera pesquisas que podem, por exemplo, representar avanços históricos no tratamento do Mal de Parkinson.

Já o professor José Luiz Goldfarb é graduado em em Física pela USP, mestre em Filosofia e História da Ciência (McGill University, Canadá) e doutor em História da Ciência pela Universidade de São Paulo.  Atualmente é professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, vice-coordenador do Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência.  Além disso, coordena o Twitter da PUC/SP e é presidente da Cátedra de Cultura Judaica da Universidade. É também coordenador de diversos programas de incentivo à leitura, como o “São Paulo: um Estado de Leitores”, da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, além de ser curador do Prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro.

O movimento dos Blogueiros Progressistas nasceu a partir da articulação do Centro de Mídia Alternativa Barão de Itararé.  O seu primeiro encontro nacional reuniu mais de 300 blogueiros, tuiteiros, ativistas e curiosos em São Paulo nos dias 20, 21 e 22 de agosto de 2010.  Os blogueiros progressistas do RN estão organizando o seu I Encontro Estadual para o período de 25 a 27 de março de 2011.

 

Serviço

Redes sociais, participação política e desenvolvimento da ciência

com prof. Miguel Nicolelis. Participação do prof. José Luiz Goldfarb e mediação do jornalista Sérgio Vilar.

Data: 28/01/2011

Local: Auditório da Livraria Siciliano (Midway Mall, em Natal/RN)

Horário: 20h

Inscrição: Não há mais vagas.

 

Serra, o homem bom, cortou verba da saúde no RN

O ‘Embolando’ resolveu investigar por que Rosalba Ciarlini (DEM) está escondendo o apoio dela a José Serra (PSDB). No dia 9 de 0utubro de 1999, quando era ministro da Saúde de FHC, Serra suspendeu o repasse de recursos do PAB (Piso de Atenção Básica) para 135 municípios de todo o país – nove dos quais do Rio Grande do Norte.

Isso, talvez, ajude a explicar a razão da rejeição de Rosalba ao candidato tucano ao Planalto. José Serra, o homem bom, aquele que se auto-proclamou como o político que mais fez pelo Nordeste, cortou verbas da saúde no Rio Grande do Norte!!!

Caso alguém duvide da informação, basta pesquisar no “Diário de Natal” do dia 9/10/1999.

Roberto Jefferson anuncia: vice de Serra será Álvaro Dias

No post anterior, comentei a identificação entre o deputado federal cassado e presidente nacional do PTB Roberto Jefferson e o candidato do PSDB a presidente José Serra.

Jefferson, o bufão, disse que Serra, o homem bom, “é a síntese dos valores que cremos”. Os dois estão tão íntimos, como gêmeos xifófagos, que o homem bom delegou ao bufão a responsabilidade de anunciar o aguardado vice do tucano.

Pelo Twitter, Jefferson revelou que o PSDB vai para a disputa com chapa “puro-sangue”: “”Falei agora com o [senador] Sergio Guerra [presidente nacional do PSDB]. O vice será o [senador] Álvaro Dias”, escreveu.

Resta saber como o DEM vai reagir à escolha, porque os líderes democratas vinham sustentando que a legenda não abriria mão da indicação. A relação entre tucanos e demos, abalada desde o estouro do mensalão do Arruda, tende a ficar ainda mais instável.

Espelho, espelho meu…

O programa partidário do PTB, exibido ontem à noite na TV, foi protagonizado pelo candidato tucano à Presidência da República, José Serra. O deputado federal cassado Roberto Jefferson, lembram dele?, surgiu no vídeo dizendo que José Serra “é a síntese dos valores que cremos, dos valores que esposamos e dos valores que defendemos”.

Então vamos lá. Recordar é viver: Jefferson atuou na tropa de choque do ex-presidente impeachmado Fernando Collor de Melo, foi acusado de comandar um esquema de cobrança de propina nos Correios e terminou sendo cassado por quebra de decoro parlamentar.

Com um currículo desse, Jefferson ainda tem a desfaçatez de falar em “valores”?!

José Serra, o homem bom (copyrigth Professor Hariovaldo Almeida Prado), parece mesmo ser a síntese dessa pantomima encenada pelo bufão que comanda o PTB.

Eles são tão idênticos que dá para imaginar o diálogo de Jefferson com a própria imagem: ” _ Espelho, espelho meu, há alguém mais parecido com o Serra que eu?”.

Senadores do RN tiram nota zero em produtividade

A Transparência Brasil, com base na produção legislativa de 2007 e 2008, revelou: a bancada de senadores do Rio Grande do Norte é a menos produtiva do país.

Os democratas José Agripino Maia e Rosalba Ciarlini e o peemedebista Garibald Alves Filho apresentaram, juntos, 17 iniciativas – nenhumas delas foi aprovada.

Os campeões de produtividade são os gaúchos PaulPaim, Pedro Simon e Sergio Zambiasi. Eles apresentaram 372 proposições (17% do total), das quais 22 foram aprovadas.

Entre as raras matérias apresentadas pela senadora Rosalba Ciarlini está aquela em que a democrata pedia umvoto de aplauso para a novela Páginas da Vida da Rede Globo.

Ailton Medeiros: Micarla perdeu o bonde

Comentário do jornalista Ailton Medeiros:

“Micarla perdeu o bonde, e os natalenses, a esperança. E imaginar que não faz um ano que a borboleta tomou posse, hein?”

Ameaças e truculência

Do Substantivo Plural:

Por Tácito Costa

Ao invés de explicações convincentes e provas cabais, discriminação, ameaças e intimidações. Essa é a postura dos assessores de imprensa da Prefeitura de Natal contra os jornalistas que noticiam o escândalo em que se transformou a contratação do Padre Fábio por R$ 220 mil para se apresentar uma única noite em Natal.

A truculência dos assessores se voltou contra as blogueiras Anna Ruth, Eliana Lima e Laurita Arruda. A discriminação foi contra a Tribuna do Norte, excluída sem direito à explicação – depois de convidada – de entrevista coletiva do padre Fábio.

Ao longo do episódio o que se viu foi um festival de desinformação e contradições dos secretários e assessores municipais. Nem a prefeita Micarla de Souza (foto) soube informar quanto custou de fato o tal show (aqui).

A questão rende e continuará rendendo enquanto a história não for esclarecida. Porque o que se viu até agora foi a tentativa mal sucedida de escamotear a verdade. Os fatos ganharam dinâmica própria e chegou aquele ponto em que quanto mais os responsáveis tentam explicá-lo mais esquisito e nebuloso fica.

No entanto, mais do que o episódio do cachê, surpreende-me que um governo que tem a frente uma jornalista, use instrumentos próprios das ditaduras para calar a imprensa. Embora já existam antecedentes.

É importante lembrar que essa não é a primeira vez que um dos assessores de imprensa da prefeita, Eugênio Bezerra, ataca violentamente jornalistas, como o fez contra Alisson Almeida, que chegou a registrar queixa na Polícia Federal.

Agora, ele ameaça contar “babados fortes” contra Laurita Arruda. Preste atenção à linguagem utilizada, somente isso já denuncia o nível do assesssor.

Está clara a tentativa de calar a imprensa. Não podemos aceitar isso, mesmo sabendo que estamos lidando com gente barra pesada, sem escrúpulos. Estou tentando falar com a presidente do Sindicato dos Jornalistas Nelly Carlos para pedir que o Sindicato se manifeste a respeito dessas ações contra a liberdade de imprensa.

Aspone ameaça jornalistas

As ameaças de Eugênio no Twitter

Diz a lenda que o escorpião queria atravessar o rio, mas, como a correnteza era muito forte, teve que pedir ajuda ao elefante para chegar a outra margem. Temeroso, o animal grande disse que não atenderia o pedido, pois o escorpião o ferroaria com o veneno mortal. A lacraia garantiu que não agiria de forma tão traiçoeira com quem a ajudasse. O elefante aquiesceu e conduziu o peçonhento a um lugar seguro. Antes de saltar em terra firme, o escorpião picou as costas do elefante que, estupefato diante da morte iminente, indagou ao seu algoz: “Por que você fez isso se eu salvei-lhe a vida?”. O escorpião respondeu: “Porque essa é a minha natureza”.

Lembrei dessa fábula depois de ler no Território Livre de Laurita Arruda sobre a nova travessura de Eugênio Bezerra, o aspone que ocupa o pomposo cargo de secretário de Assuntos Parlamentares da prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV). Insatisfeito com as críticas da imprensa, o secretário — com sua índole escorpiônica — usou o Twitter para ameaçar jornalistas.

Eugênio não gostou da cobertura sobre o show do padre Fábio de Melo, que recebeu R$ 220 mil dos cofres públicos para se apresentar na cidade, no último dia 25. O aspone tentou intimidar as jornalistas Laurita Arruda, Anna Ruth e Eliana Lima, prometendo fazer revelações sobre a vida dessas profissionais. Em linguajar rasteiro, ameaçou contar “babados fortes” contra Laurita.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o secretário usa o expediente da ameaça para tentar silenciar as críticas. Este escriba já foi alvo das tentativas de intimidação do senhor Eugênio Bezerra. Ocorreu quando o denunciei por ter chamado os funcionários públicos de “ladrões”. O episódio está contado aqui.

O mais grave nesse quiprocó é o silêncio cúmplice da prefeita Micarla de Sousa. Em nenhum momento soubemos de qualquer reprimenda pública da gestora ao seu auxiliar mais próximo. Dessa forma, Micarla parece aprovar todas as barbaridades cometidas pelo seu secretário. Caso Natal fosse uma cidade séria, esse aspone já teria sido demitido.

A truculência de Eugênio Bezerra é relatada, inclusive, por outros secretários da atual gestão. Um deles me fez o seguinte comentário: “Nunca pensei que votando em Micarla estaria elegendo Eugênio para prefeito”. Parece exagero atribuir tanto poder a esse aspone que se presta ao humilhante papel de mucama da prefeita. Mas só parece. O secretário desfruta de tamanho poder que chega a bater no peito e dizer que só fala com a prefeita quem ele aprovar.

Em entrevista ao Diário de Natal, a prefeita afirmou que o secretario “é a imagem do gestor“. Então, quer dizer que a imagem de Micarla é Eugênio Bezerra? Eu sempre desconfiei que Eugênio era o alter ego de Micarla.

Mas já passou da hora de cobrarmos um posicionamento da prefeita. É inadmissível que esse aspone continue com ameaças, intimidações e truculência contra quem quer que seja. Enquanto funcionário público, esse senhor deve satisfações à sociedade. Micarla não pode continuar conferindo poder para que esse deslumbrado prossiga perseguindo quem ele quiser. Natal não é terra de ninguém.

Lula, o cabra da peste

O blog reproduz com satisfação os versos enviados pelo leitor Pedro Lima, saudando o presidente Lula, o nordestino arretado, pela conquista das Olimpíadas de 2016 para o Brasil:

 

Cabra macho pernambucano
Das plagas do meu nordeste
Retirante abençoado
Filho puro do agreste
É no Rio de Janeiro
Vibra o povo Brasileiro
É olimpíada cabra da peste

 

A moral tucana

Os tucanos são uma espécie esquisita de políticos. Governaram o Brasil por oito anos, levaram o país à falência e protagonizaram inúmeros escândalos de corrupção. Mas depois que se mudaram para a planície deletaram o passado podre da memória e começaram a se comportar como se fossem o exemplo perfeito da ética na política. Já vimos esse filminho antes.

O PIG, saudoso dos tempos do governo do príncipe dos sociólogos, ajudou a promover a farsa e transformar essa turma em guardiões da moralidade. Assim, repentinamente, passaram de vilões a heróis.

De vez em quando vejo tucanos fazendo discursos indignados na TV contra a corrupção e morro de rir com a pantomima moralista que insistem em encenar.

Há pouco tempo os tucanos lideraram uma cruzada contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), aliado de outrora, posteriormente convertido em demônio após atracar na base lulista. 

Sarney, o incomum, foi acusado de se beneficiar dos atos secretos para nomear parentes. Era Agaciel Maia, ex-diretor geral do Senado, quem comandava a farra dos atos secretos. Agaciel terminou afastado do cargo e ainda corre o risco de ser demitido por causa do escândalo.

Os tucanos, capitaneados pelo senador Arthur Virgílio (AM), vociferaram contra o ex-diretor. Mas rapidinho começaram a surgir as primeiras provas da relação de Agaciel Maia com a tucagem. O próprio Virgílio recorreu a Agaciel para pedir um empréstimo quando se viu em apuros durante uma viagem ao exterior. A máscara do paladino amazonense começou a cair neste momento.

Mas não é só Virgílio que tem ou tinha ligação com Agaciel. O senador Papaléo Paes (PSDB-AP) disse ontem (3) que iria requisitar a transferência de Sânzia Maia, mulher de Agaciel, atualmente locada na gráfica do Senado, para seu gabinete. Papaléo justificou a intenção dizendo que se tratava de um “ato de humanidade”.

O danado é que Papaléo, o bom, foi incompreendido e a notícia repercutiu negativamente. Os tucanos fizeram aquele ar blasé bem peculiar, seguido de declarações ensaiadas de reprovação ao pedido do companheiro de legenda  e, finalmente, convenceram Sânzia a desistir da transferência.

Pode parecer que o epidódio não passou de uma trapalhada de Papaléo, mas, na verdade, serviu pra mostrar como o discurso dos tucanos durante a crise no Senado era fingido.

Papaléo achou que todo mundo já havia esquecido a lama que correu por lá e botou as unhas de fora para ajudar, vejam só, a mulher do grande articulador dos atos secretos e envolvido em várias denúncias – além de editar os famigerados atos secretos, descobriu-se que Agaciel Maia mantinha um bunker no Senado, onde foram encontrados DVDs e revistas com conteúdo pornô e gel lubrificante.

Definitivamente, a moral tucana é bem difícil de se entender.

Peraí II

 

bobo-da-corte

Blog ao léu esses dias. Achei que conseguiria atualizar essa semana, mas, como diria Drummond, tinha uma pedra no meio do caminho. Ainda não me recuperei totalmente dessa gripe insistente. Ficar de molho mais alguns dias.

Algumas pessoas têm reclamado da demora pra atualizar o blog, mas peço a compreensão de vocês. Recebi algumas informações e estou investigando umas denúncias sobre o reino da lepidóptera e seus bobos da corte. Não posso adiantar nada no momento, mas espero poder tornar tudo público assim que reunir as informações.

Inté.

Peraí

Aquela gripe vagabunda ainda não me deixou em paz. Desde ontem sem embolar porque estava sem net em casa. Problema resolvido. À noite coloco as coisas em ordem. Até lá, paciência.

Quem será esse senador?

Matéria minha para o Nabocadomundo.com:

Empresa é multada por fazer doação acima do limite legal

Em sessão desta terça-feira (04), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN) condenou a empresa R & F T. T. e S. Ltda. a pagar multa por ter realizado doação eleitoral que ultrapassou o limite legal determinado pela Lei das Eleições (9.504/97).

Em 2005, segundo o desembargador Vivaldo Pinheiro, relator do processo, o faturamento da empresa foi de R$ 29.063,00. Na campanha de 2006, período a que se refere a representação 2804 da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), a firma doou R$ 3 mil para uma campanha ao Senado, valor que ultrapassou o limite legal de 2% do faturamento da empresa no ano anterior ao da eleição.

A decisão foi tomada com base no parágrafo 2º do art. 81 da Lei das Eleições, que prevê aplicação de multa de 5 (valor mínimo) a 10 vezes (valor máximo) sobre o valor doado em excesso. A R & F doou, aproximadamente, R$ 2.400,00 acima do limite e terá que pagar multa de quase R$ 12.000,00.

O Ministério Público Eleitoral realizou diligências, mas não encontrou, no endereço indicado como sendo o da R & F, nenhum sinal da firma nem tampouco de funcionários da empresa.

O parágrafo 3º do mesmo artigo prevê uma pena mais rígida para as empresas que praticarem doações acima do limite legal. A empresa que assim proceder pode ser proibida de participar de licitações públicas e celebrar contratos com o poder público pelo prazo de cinco anos. Entretanto, essa penalidade não foi aplicada em nenhum dos processos julgados pelo TRE-RN.

Das 19 ações sobre este tema, interpostas pela PRE, apenas cinco já foram julgadas. Em todos as decisões, as empresas foram condenadas ao pagamento de multas.

Sigilo

Os processos correm em segredo de Justiça, atendendo ao pedido das empresas denunciadas, que pediram para que as “circunstâncias das doações” não fossem reveladas – incluindo o nome dos candidatos que receberam a contribuição.

A R & F ainda poderá recorrer da condenação. Para isso, a empresa precisa ingressar com recurso especial no TSE, no prazo de até três dias da publicação da decisão. Mas, segundo a assessoria de comunicação do TRE-RN, nenhuma das empresas condenadas recorreu das multas.

A Caixa de Pandora da Assembléia Legislativa

Deu na Folha de São Paulo, sábado (1º):

RIO GRANDE DO NORTE

Promotoria acusa Legislativo de nomeações por ato secreto

DA AGÊNCIA FOLHA

O Ministério Público do Rio Grande do Norte acusa a Assembleia Legislativa do Estado de ter nomeado servidores efetivos por meio de “atos secretos”.
Segundo a Promotoria, as nomeações não foram publicadas no “Diário Oficial” nem informadas ao TCE (Tribunal de Contas do Estado) e ferem a Constituição, que exige concurso público.
Entre os beneficiados, segundo o Ministério Público, estão o filho de um ministro do TST (Tribunal Superior do Trabalho), um genro da governadora Wilma de Faria (PSB) e parentes de conselheiros do TCE, de deputados e de ex-deputados.
Segundo a Promotoria, 193 pessoas foram nomeadas entre 1990 e 2003. Algumas recebem salários acima de R$ 20 mil. Desde o ano passado, o Ministério Público propôs 21 ações pedindo exoneração e a restituição dos salários.
Em quatro processos a Justiça considerou que as ações foram propostas após o prazo de prescrição, que é de cinco anos. A Promotoria vai recorrer.
Paulo de Tarso Fernandes, consultor jurídico da Assembleia, diz que os atos não são secretos, pois foram publicados no boletim oficial do Legislativo. De acordo com ele, não havia necessidade de publicação no “Diário Oficial”.

A saúde vai mal

Em matéria do Diário de Natal, a secretária municipal de Saúde, Ana Tânia Sampaio, diz com todas as letras: “A prefeita (Micarla de Sousa) errou”. Mas errou em quê? Em prometer que resolveria os problemas da saúde da capital em 90 dias, como se tivesse uma varinha de condão guardada na manga de um dos seus muitos vestidos de seda.

A secretária não tergiversa e afirma que os problemas na saúde continuam:

“Continuamos com problemas nas unidades de saúde, a rede está sucateada e enfrentamos a falta de medicamentos”. Os mesmos fatores que levaram à decretação da calamidade, em janeiro: falta de medicamentos, insumos, de médicos e rede sucateada.

Na avaliação de Ana Tânia, “a prefeita (Micarla de Sousa) errou ao prever que os graves problemas da saúde poderiam ser resolvidos no período do decreto. O serviço público é marcado por uma legislação que o engessa e burocratiza. A manutenção do decreto facilitaria nosso trabalho, mas foi uma medida que lhe trouxe muito desgaste quando foi anunciada”. Por outro lado, a secretária aponta que 21 unidades de saúde estão em obras e que outras 13 aguardam o término da elaboração de seus projetos complementares, pois precisam de maiores intervenções.

Desmoralizado

Uma fonte infiltrada no Encontro Estadual do PV, realizado no sábado (1º), escreveu ao blog pra contar que o aspone que chamou os servidores públicos de ladrões estava irreconhecível no evento. Naturalmente espalhafatoso, daquele tipo que entra e sai dezenas de vezes do mesmo lugar pra que todos pensem que ele é útil, o assessor especial da lepidóptera estava mais mufino que vira-lata sem dono.

De acordo com o relato da minha fonte, o aspone-cantor passou o evento quase todo escondidinho num canto do auditório da Assembléia Legislativa, onde os verdes potiguares se reuniram para definir as “diretrizes” do partido (pausa: quer dizer que até agora eles estavam sem rumo?!). Ele não gesticulava, não soprava vento pelas narinas nem gritava como uma cigarra estridente, como costumeiramente age nessas ocasiões.

Quem viu contou que o trator de antes parecia um carro velho, cuja lataria havia sofrido sérios danos. A fonte comentou: ” – Ele pode até não ser demitido, mas está desmoralizado.”

Agripino desce a ladeira do pelô

Essa é do blog Os Amigos do Presidente Lula:

 

“Coroné” José Agripino Maia ladeira abaixo: sofre derrota eleitoral no RN por motivo de corrupção

O senador José Agripino Maia (DEMos/RN), começou mal sua tentativa de reeleger-se em 2010.

Seu esquema político de sustentação sofreu baixa e começa a ser desmontado, ainda em 2009.

O motivo…

CORRUPÇÃO: Prefeito do esquema político de Agripino foi destituído

O ex-prefeito de São José do Campestre (RN), Laércio José de Oliveira (Dr. Laércio), eleito em 2008 (PP coligado ao DEMos e PSDB), do esquema político de José Agripino Maia, foi destituído da prefeitura por improbidade administrativa em maio de 2009, devido à corrupção, conforme apuração do Ministério Público Federal/RN:

1) Falsificação de documentos na prestação de contas da obra de ampliação do Hospital Maternidade Maria Vicência de Souza. Atestava que a obra já estava completa e atendendo plenamente aos beneficiários. Porém, a fiscalização realizada pelo Ministério da Saúde, constatou que não havia sido concluído nem mesmo metade do projeto, embora a integralidade dos recursos tivesse sido paga à empresa contratada.

2) Fraude na licitação para contratação da empresa que ficaria a cargo das obras, não tendo sido observadas as disposições da Lei n.º 8.666/93.

3) A empresa contratada apresentava notas fiscais referentes a medições que não condiziam claramente com o andamento das obras, porém, mesmo assim, o demandado ordenou o pagamento total da obra, ensejando grave lesão ao erário.

Esses atos de corrupção, com prejuízo aos cofres públicos da União, aconteceram na gestão anterior, entre 2001 e 2004. A íntegra da ação na justiça apresentada pelo MPF/RN pode ser lida aqui (arquivo em formato PDF).

Nova eleição mostra esquema de José Agripino Maia sendo desmontado

Se a cassação de Dr. Laércio pela Justiça Eleitoral já representava uma baixa, essa derrota foi referendada pelo povo, pois eleições suplementares foram marcadas para domingo passado (26/07/2009).

O grupo de Agripino se articulou para manter o mesmo esquema e arranjo político na prefeitura, lançando como candidata a mulher do ex-prefeito cassado: Cione Ferreira (PMN).

Agripino fez todos os esforços para eleger a mulher do ex-prefeito cassado por corrupção, inclusive sendo uma das estrelas do comício de encerramento da campanha, no dia 23 de julho, ao lado de seu primo, João Maia (PR/RN), irmão de Agaciel Maia.

O resultado das urnas no domingo passado desmontou o esquema de José Agripino Maia em São José do Campestre.

Venceu o adversário, Zequinha Borges, do PMDB com apoio do PSB e do PT.

Perdas e Danos

Na contagem da política potiguara, apoiaram Cione Ferreira e saíram derrotados:

– senador José Agripino Maia (DEMos);
– deputado João Maia (PR) – primo de Agripino e irmão de Agaciel Maia;
– deputado estadual Robinson Faria (PMN);
– deputado estadual Ricardo Motta (PMN);

Apoiaram Zequinha Borges, e saíram vitoriosos:

– governadora Wilma de Faria (PSB);
– deputada Fátima Bezerra (PT);
– deputado-líder Henrique Alves (PMDB);
– senador Garibaldi Alves (PMDB);
– senadora Rosalba Ciarlini (DEMos);
– deputado federal Rogério Marinho (PSDB);
– deputado estadual licenciado Cláudio Porpino (PSB).

 

A política, às vezes, é como um verdadeiro samba do crioulo doido. Como é possível a senadora Rosalba Ciarlini do DEM apoiar um candidato do PMDB, com apoio do PSB e do PT, contra o candidato de Agripino?! Fora que ainda tem 0 neo-tucano Rogério Marinho nesse meio. É de arrepiar.

O retorno de vossas excelências

Os excelentíssimos senadores voltaram ontem (03) do recesso parlamentar e, logo no primeiro dia de batente, protagonizaram cenas impagáveis. A mais engraçada ocorreu quando o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) aparteou o discurso inflamado do senador Pedro Simon (PMDB-RS), que defendia a renúncia do presidente José Sarney (PMDB-AP).

Lá pelas tantas, Renan Calheiros disse: “Vossa excelência (Pedro Simon) tenta, tenta, tenta, mas não consigo entender nada que vossa excelência diz“.

Quando vi a cena, caí na risada. Pela primeira vez na vida fui obrigado a concordar com Renan. Quem danado entende alguma coisa que Pedro Simon diz?!

A lepidóptera para presidente?

Leia a notícia abaixo do Nominuto.com:

 

PV sugere mas Micarla descarta candidatura à presidência em 2010

O nome da pevista seria uma alternativa do partido caso Marina Silva não concorde em ser a candidata.

A prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), descartou a possibilidade de se candidatar à Presidência da República em 2010, como sugeriu o presidente nacional do partido, José Luiz Penna, em matéria publicada pelo jornal O Estado de São Paulo de domingo (2).

De acordo com Penna, o plano principal do PV é atrair a petista Marina Silva para a legenda e fazê-la candidata. Micarla de Sousa entraria como alternativa caso a ex-ministra não concorde em trocar de partido.

“Fico lisonjeada pela lembrança do partido, seria uma honra. Mas descarto qualquer possibilidade em disputar alguma candidatura em 2010”, disse Micarla de Sousa, que virou referência do PV desde que assumiu a única prefeitura do partido no Brasil.

O secretário de Comunicação Jean Valério afirmou que, apesar da citação, a pevista nunca conversou com José Luiz Penna sobre o assunto.

 

A prefeita Micarla de Sousa, pelo menos dessa vez, agiu com extrema prudência ao dizer que não está disposta a pagar esse tremendo mico. A Borboleta, ao que parece, ainda não foi totalmente picada pela mosca azul. Micarla, mais que ninguém, sabe que não tem nenhuma condição para se candidatar à Presidência do Brasil.

Dizer que Micarla “virou referência do PV” é exagero. Referência em quê? Micarla se elegeu sob a promessa de implantar um novo modelo de gestão sustentável em Natal, mas entregou a maior parte da administração ao arcaico DEM do senador José Agripino. Como mudar o modelo de gestão com o DEM no comando?

O presidente José Luiz Penna foi extremamente infeliz ao colocar a lepidóptera como alternativa à senadora Marina Silva. É uma comparação pra lá de forçada. Mas Penna é especialista em dizer porra nenhuma com tudo dentro.

Essa é mais uma daquelas notícias que vão entrar para o anedotário da política brasileira.

Navegação de Posts